Aplausos para os ex-membros do Guns N’ Roses e vaias para o ausente Axl Rose no R&R Hall Of Fame

Uma verdade tem de ser dita: Axl Rose é homem de palavra. Há poucos dias, em carta aberta, revelou que não iria à cerimônia de indução do Guns N’ Roses no Rock & Roll Hall of Fame por se recusar a estar no mesmo palco que Slash, Duff, Steven e Matt, ex-companheiros de banda. Além disso, desautorizou qualquer pessoa a receber o prêmio em seu nome. A organização respondeu à altura e reafirmou que com ou sem Axl, a banda seria homenageada e assim o fez. Para alegria de muitos fãs da banda, os ex-membros se reuniram no evento realizado em Cleveland, Ohio, na noite de ontem (14).
Quem deu início à cerimônia de indução do Guns N’ Roses foram os membros do Green Day. Quando todos os ex-componentes da banda já estavam no palco, sorridentes e bastante aplaudidos, Billie Joe Armstrong perguntou aos mais de 6 mil presentes quem que estaria faltando ali. Nesse instante, vaias tomaram conta do local, obviamente direcionadas ao ausente vocalista Axl Rose. O frontman do Green Day tentou contornar as insistentes vaias dizendo que “a maioria dos vocalistas são loucos. Ele é um dos melhores frontmen da história, mas às vezes você tem que olhar para trás, rever capítulos de sua vida para seguir em frente”, finalizou Billie Joe, que também tocou na cerimônia com um adesivo rosa em sua guitarra (referência ao Guns N’ Roses, talvez?)Izzy Stradlin, um dos outros ex-componentes do GNR não pôde estar no evento, mas escreveu um pequeno texto. “Esperei até este momento para ver o que aconteceria durante a indução do GNR no Hall Of Fame. Gostaria de dizer obrigado pelo reconhecimento de nossos trabalhos ao longo desses anos como uma banda. Muito obrigado a todos os meus companheiros de banda que ajudaram a chegar onde estamos hoje”. Com Myles Kennedy do After Bridge nos vocais, a banda apresentou um medley com os clássicos “Mr. Brownstone”, “Sweet Child O’ Mine” (e o solo clássico de Slash) e “Paradise City”.

Aplausos para os ex-membros do Guns N’ Roses e vaias para o ausente Axl Rose no R&R Hall Of FameEm 15/04/12 às 10:16 Por: Daiv Eickhoff | Guns N’ Roses, Red Hot Chili Peppers, The Beastie Boys, The Faces SHOPlineCompre na Regards VIDEOSEntre no POPTube MAISAcesse a mais conteúdos
2
Uma verdade tem de ser dita: Axl Rose é homem de palavra. Há poucos dias, em carta aberta, revelou que não iria à cerimônia de indução do Guns N’ Roses no Rock & Roll Hall of Fame por se recusar a estar no mesmo palco que Slash, Duff, Steven e Matt, ex-companheiros de banda. Além disso, desautorizou qualquer pessoa a receber o prêmio em seu nome. A organização respondeu à altura e reafirmou que com ou sem Axl, a banda seria homenageada e assim o fez. Para alegria de muitos fãs da banda, os ex-membros se reuniram no evento realizado em Cleveland, Ohio, na noite de ontem (14).

Quem deu início à cerimônia de indução do Guns N’ Roses foram os membros do Green Day. Quando todos os ex-componentes da banda já estavam no palco, sorridentes e bastante aplaudidos, Billie Joe Armstrong perguntou aos mais de 6 mil presentes quem que estaria faltando ali. Nesse instante, vaias tomaram conta do local, obviamente direcionadas ao ausente vocalista Axl Rose. O frontman do Green Day tentou contornar as insistentes vaias dizendo que “a maioria dos vocalistas são loucos. Ele é um dos melhores frontmen da história, mas às vezes você tem que olhar para trás, rever capítulos de sua vida para seguir em frente”, finalizou Billie Joe, que também tocou na cerimônia com um adesivo rosa em sua guitarra (referência ao Guns N’ Roses, talvez?)

Izzy Stradlin, um dos outros ex-componentes do GNR não pôde estar no evento, mas escreveu um pequeno texto. “Esperei até este momento para ver o que aconteceria durante a indução do GNR no Hall Of Fame. Gostaria de dizer obrigado pelo reconhecimento de nossos trabalhos ao longo desses anos como uma banda. Muito obrigado a todos os meus companheiros de banda que ajudaram a chegar onde estamos hoje”. Com Myles Kennedy do After Bridge nos vocais, a banda apresentou um medley com os clássicos “Mr. Brownstone”, “Sweet Child O’ Mine” (e o solo clássico de Slash) e “Paradise City”.

Axl Rose foi o primeiro astro a esnobar publicamente o Rock & Roll Hall of Fame, onde os artistas são escolhidos por um grupo de 600 especialistas da indústria musical. A única vez que a organziação teve problemas foi com a recusa do Sex Pistols em 2006. Enquanto isso, Rod Stewart deixou de comparecer na edição deste ano, onde se reuniria com o The Faces, para a cerimônia de indução, além da performance. De acordo com relatos não-oficiais, o cantor estaria gripado e com problemas de garganta, sendo substituído por Mick Hucknell, ex-vocalista do Simply Red, que subiu ao palco com o guitarrista Ron Wood e o restante da banda.

Outra ausência sentida foi a de Adam ‘MCA’ Yauch, um dos membros do Beastie Boys, também homenageados na noite passada. Infelizmente, o trio cancelou uma planejada performance, já que apenas dois membros estavam prontos para aceitar a honraria. Em seu discurso de aceitação, Mike D e Ad-Rock leram um bilhete de agradecimento de seu companheiro ausente, que disse aos fãs: “Esta indução é tanto nosss como de vocês”. Embora não tenha sido justificada sua ausência, é sabido que desde 2009 o rapper vem lutando contra um câncer em suas glândulas salivares. Chuck D, líder do Public Enemy, tinha a tarefa de indução dos Beasties, e em seu discurso, elogiou o grupo por ter rompido fronteiras e dado um maior apelo ao hip-hop. “Eles quebraram o molde. Os Beastie Boys são de fato três irmãos que fizeram história. Deram um novo olhar para o hip-hop e provaram que o rap pode vir de qualquer rua”. No lugar do trio original, os rappers Travie McCoy, Black Thought e Kid Rock se apresentaram.

Também foram empossados este ano o falecido guitarrista de blues Freddie King, os grupos Blue Caps, Comets, Crickets, Famous Flames, The Miracles e Midnighters, e os cantores/compositores Donovan e a falecida Laura Nyro. Por sinal, Donovan se apresentou ao lado de John Mellencamp.

Um Red Hot Chili Peppers em estado de graça também foi homenageado. Os californianos estiveram presentes com sua formação atual, além dos ex-companheiros Jack Irons e Cliff Martinez. O ex-guitarrista John Frusciante se recusou a receber o prêmio com os companheiros, mas ainda assim, foi lembrado no discurso do baixista Flea.

Questionado nos bastidores se o falecido guitarrista Hillel Slovak teria gostado da notícia da indução dos Chili Peppers, o vocalista Anthony Kiedis disse que Slovak daria boas gargalhadas. “Certamente significaria algo para ele, já que ele sempre se preocupou profundamente com a música, o amor e a fraternidade por estar em uma banda e ser uma força criativa do universo – coisa que ele é e sempre será – uma parte de tudo o que fazemos. Mas eu acho que mais do que qualquer coisa, ele literalmente se ‘borraria’ todo”. Slovak foi representado na cerimônia por seu irmão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s